terça-feira, 18 de junho de 2013

FAZENDINHA


NOÇÕES BÁSICAS PINTURA

NOÇÕES BÁSICAS DE PINTURA
MADEIRAS


O MDF (Medium Density Fiberboard) mais utilizado nos artesanatos e uma madeira industrializada misturando-se resinas sintéticas e pinus reflorestados, que são pressionados em altas temperaturas criando assim chapas de varias espessuras, e ecologicamente correto.

PINTANDO O MDF
Você pode pintar as peças de MDF com tinta acrílica ou PVA, alguns casos e necessário aplicar um fundo branco na peça, vai depender da técnica a ser usada e se o pigmento da tinta é mais fraco, como nos tons pasteis por exemplo, para obter mais realce e intensidade da cor. Utilize um pincel de cerdas macias e chato aplicando uma farta camada de tinta e depois alise com rolinho de espuma para tirar as marcas do pincel deixando a pintura lisa e homogênia


PINUS ELIOTI - Fácil de encontrar devido aos reflorestamentos, é uma madeira de baixo custo, reduzindo os custos para artesanato porém de baixa resistência.

IMBUIA CEDRO E IPE- são madeiras nobres pela resistência alta e durabilidade e utilizada em móveis, portas e outros.


PINTANDO MADEIRA NATURAL

A madeira natural é fibrosa e contém veios, a sua porosidade é grande, algumas espécies soltam substâncias pelos poros que a escurecem com o passar do tempo, sendo necessário o uso de um selador para impermeabilizar e vedar os poros.
Aplique uma farta camada de selador em toda a peça, após a secagem lixe de leve para tirar a aspereza.
Com espátula e massa corrija as imperfeições da madeira, após a secagem lixe, aplique uma camada de tinta acrílica branca na peça e utilize a técnica desejada.


PINTANDO MADEIRA BALSA
A balsa é uma madeira super leve, utilizada na confecção de caixas com formatos redondos pela elasticidade, para um acabamento perfeito neste tipo de madeira e necessário usar um bom selador e lixar bem a peça. Pode-se utilizar tintas PVA ou Acrílica.


LIXAS
Importante ferramenta para o artesanato, e com ela que e feito o pré acabamento nas pinturas de base nas pecas de madeira
A lixa para madeira, deixa as pecas lisas e uniforme a graduação dos grãos ou granas das lixas vão de 36 ate 600.
Os mais baixos números mais grossa será lixa, e quanto mais alto mais fina, as pecas cruas de artesanato normalmente já vem lixadas de fabrica, então usamos a lixa 220 para tirar a aspereza da base, que pode ser selador, ou tintas.


VIDRO E METAL

METAL


O metal é utilizado para pintar baldes, leiteiras regadores e etc.Você pode pintar estes metais com tintas acrílicas, esmaltes ou lacas, decalques ou adesivos. Não podem ser lavadas constantemente, mesmo com aplicação de verniz. Limpe a peça para tirar resíduos que nela estejam com álcool e algodão. aplicar duas camadas de selador Aquaprimer (um tipo de selador fabricado pela Daiara). Coloque a peca no forno caseiro em temperatura media de 10 a 15 minutos e deixe esfriar no forno pinta a peca com a técnica desejada.


VIDRO

Pintar peças de vidro exige habilidade , pela transparência e superfície lisa, você pode pintar vidro a quente ( utiliza tintas especiais para queima) ou a frio. Limpar a superfície com algodão e álcool, aplicar duas camadas de aquaprimer Daiara na área onde ira pintar, leve a peca ao forno por 10 minutos em temperatura media, ou deixar secar 72 horas e utilize a técnica desejada.

TINTAS PVA -DICAS

Para ajudar você a aproveitar o máximo desta tinta em suas peças, confira as dicas abaixo:
  • Se for pintar peças de cerâmica, o ideal e lixar a superfície para deixá-las lisas e limpas. E se for pintar peças de gesso, limpe-as com uma trincha para tirar todo o pó, e com o auxílio de um palito, retire todas as imperfeições que a peça tenha, como rebarbas e bolinhas, essas peças saem da forma com estas pequenas imperfeições. O PVA pode ser aplicado diretamente nas pecas, sem a necessidade de aplicar seladores, já que a absorção da tinta será melhor;
  • Antes de aplicar o verniz de acabamento, se possível, deixe o pva secar de um dia para o outro, assim ocorre a cura da resina, aproveitando melhor o verniz;
  • Devido a facilidade de aplicação e rendimento desta tinta, e possível fazer várias pátinas decorativas como: pátina aquarelada, provençal, aguada e etc;
  • O PVA não pode ser utilizado como selador; ele é a base d'agua e arrepia as cerdas da madeira deixando-a áspera;
  • O fundo de PVA branco só pode ser aplicado se você utilizar cores em tons claros como o marfim e mamão, por exemplo;
  • Não remende pinturas ou faça retoques com o PVA, aplique de uma só vez uma camada inteira e uniforme, para uma cobertura perfeita;
  • Em grandes áreas e para acabamento liso e homogenio, aplique o PVA com um pincel macio e alise com o rolinho de espuma;
  • O Verniz apropriado do PVA é o verniz BrilhoMax;
  • Não lixe a tinta PVA, porque risca e mancha pela sua porosidade fosca do acabamento;
  • Para algumas superfícies de madeira e MDF, e dependendo da peça que for fazer, aplique antes uma demão de selador, como o Aquabase Madeira, seque e lixe em seguida.
  • Para agilizar a secagem da tinta, use um secado ou soprador térmico
  • A Pastaflex dá um acabamento muito bonito ao PVA , ainda mais se for usado tom sobre tom como PVA Marrom café com Pastaflex Marrom cafe;
  • As tintas PVA de cores escuras podem ser aplicadas diretamente na peça, assim sendo desnecessário o fundo branco.
Seguindo estas dicas, seus trabalhos terão um acabamento muito melhor, e as tintas também terão um melhor rendimento quando se sabe usa-las.

AROMATIZADOR DE AMBIENTE 
Material
necessário:

650 ml de álcool de cereais,
30 ml de essência,
20 ml de propilenoglicol,
300 ml de água,
2 gr de nipagin,
Becker, Frasco com válvula gatilho


1.
Coloque a água em um becker, o álcool de cereais e a essência, misture e coloque o resto dos ingredientes.
2.
Deixe por uma semana para macerar e se for preciso coe com um coador de papel em caso de formar resíduos.
3.
Envase num borrifador com válvula gatilho.

Dicas para engomar







Receitas para engomar


Receita com goma líquida vendida em supermercado (Goma Pox):
· 2 colheres de sopa de Goma Pox
· 1 copo de água ( 250ml)
· Bacia

Dissolva bem as 2 colheres de sopa de Goma Pox em um copo de água ( copo de requeijão). Despeje na bacia e mergulhe o tecido encharcando-o bem. Deixe escorrer e coloque para secar em lugar plano. Quando estiver quase seco, passe bem a ferro.

Receita com amido de milho (Maizena é uma das marcas):
· 1 colher se sobremesa de amido de milho
· 1 copo de água ( 250ml)
· 1 panelinha
· Colher para mexer
Dissolva bem o amido de milho na água fria e leve ao fogo, mexendo sempre. Quando levantar fervura, continue mexendo até perceber que engrossou e desligue o fogo (fica como um mingau bem ralinho). Deixe baixar a fervura e mergulhe o tecido até encharcar bem. Tire-o com cuidado para não se queimar, porque vai estar bem quente. Coloque o tecido em uma superfície plana para secar completamente, depois passe bem a ferro na temperatura adequada ao tecido escolhido.

Receita com termolina leitosa:
· 1 tampinha de termolina leitosa
· ½ tampinha de água
· Plástico para proteger a mesa
· Trincha ou pincel largo
Coloque a termolina e a água em um copo e misture bem até dissolver completamente. Mergulhe a trincha nesta solução e passe sobre o tecido espalhando bem, até molhá-lo completamente. Deixe secar e passe a ferro na temperatura adequado ao tecido e cobrindo-o com um pano limpo. Lave bem o pincel em água corrente depois de usá-lo.

Receita com cola branca:· 1 parte de água
· 2 partes de cola branca
· bacia
Essa receita é indicada para se fazer trabalhos maiores, porque o tecido fica mais firme. Despeje a cola e a água em uma bacia e misture bem até dissolver completamente a cola. Mergulhe o tecido, cuidando para todo ele fique bem molhado. Retire da bacia e coloque para secar. Passe bem a ferro na temperatura adequada ao tecido.
Se for fazer esta receita apenas para um pedacinho de tecido, faça como na receita com termolina.
BOLO DE AIPIM COM LEITE CONDENSADO

2 colheres (sopa) de manteiga
4 ovos
1 lata ou 1 caixinha de leite condensado
1 xícara (chá) de coco fresco
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
500g de mandioca crua ralada
1 xícara (chá) de farinha de trigo
1/2 colher (sopa) de fermento químico em pó
1/2 colher (chá) de sal
Manteiga para untar
Farinha de trigo para polvilhar

Modo de Preparo
1- Em uma batedeira bata a manteiga com os ovos. Adicione o leite condensado em fio e continue batendo até ficar homogêneo. Acrescente o coco, o queijo e a mandioca. 2- Por último, misture a farinha peneirada com o fermento e o sal. 3- Despeje em uma forma, untada com a manteiga e enfarinhada. Asse em forno médio (180ºC), pré-aquecido, por cerca de 35 minutos.